Open Site Navigation
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca ícone do YouTube

Scroll Down

olá!

Sobre o projeto

Amar-te e Respeitar-te é um projeto de combate à Violência no Namoro, desenvolvido em coautoria com o músico Jimmy P, que visa capacitar e dotar os/as jovens com ferramentas de diagnóstico e de prevenção de comportamentos agressivos nas relações de namoro, dos próprios e/ou dos seus pares.

O projeto contém dois livros, “Amar-te e Respeitar-te” e “O Digital é Real”, que se focam nos temas da violência do namoro no contexto presencial e digital. Ambos, incluem temas originais, musicados pelo Jimmy P, e uma peça de teatro, que é a adaptação das histórias dos livros ao teatro.

O projeto Amar-te e Respeitar-te está direcionado para os alunos e as alunas do 3.º ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário e pode ser apresentado às mais diversas organizações educativas que trabalhem com este público, em diferentes modelos de apresentação.

Projeto

Projeto

Projeto

Sobre o projeto

Amar-te e Respeitar-te é um projeto de combate à Violência no Namoro, desenvolvido em coautoria com o músico Jimmy P, que visa capacitar e dotar os/as jovens com ferramentas de diagnóstico e de prevenção de comportamentos agressivos nas relações de namoro, dos próprios e/ou dos seus pares.

O projeto contém dois livros, “Amar-te e Respeitar-te” e “O Digital é Real”, que se focam nos temas da violência do namoro no contexto presencial e digital. Ambos, incluem temas originais, musicados pelo Jimmy P, e uma peça de teatro, que é a adaptação das histórias dos livros ao teatro.

O projeto Amar-te e Respeitar-te está direcionado para os alunos e as alunas do 3.º ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário e pode ser apresentado às mais diversas organizações educativas que trabalhem com este público, em diferentes modelos de apresentação.

olá!

Autor do projeto

Tendo na sua origem e base musical o Hip-Hop, Jimmy P é um artista camaleónico e gosta de abordar a música como um todo. É alguém que olha para a arte de forma abrangente e fomenta a criação de pontes entre os diversos estilos que sempre o rodearam (e rodeiam), bebendo, assim, de várias fontes e sempre atento a todos os estímulos culturais que lhe surgem de forma natural.

Em 2020 celebrou 10 anos de carreira no Coliseu do Porto, tendo sido, este, um marco importante na carreira de Jimmy P e foi também convidado a participar no Festival da Canção, onde foi um dos finalistas e com rasgados elogios da crítica.

“Amar-te e Respeitar-te” é o primeiro projeto pedagógico que abraça, em 2017, motivado pela responsabilidade e intervenção social, que o caraterizam, e pela vontade que sente em se aproximar das vivências e dos problemas que uma parte substancial do seu público, os jovens, experiencia.

Jimmy P

Jimmy P é o alter-ego de Joel Plácido. Nasceu na margem sul de Lisboa (Barreiro), mas a sua vida está associada a várias geografias, nomeadamente Angola (terra natal dos seus pais), Paris (onde viveu durante a adolescência) e o Porto (onde criou raízes e começou a dar os primeiros passos no mundo da música). O gosto pelo estilo urbano, adquirido no tempo em que viveu em França, e a influência de outras vertentes, despertaram a sua apetência para a música. 

Jimmy P é o alter-ego de Joel Plácido. Nasceu na margem sul de Lisboa (Barreiro), mas a sua vida está associada a várias geografias, nomeadamente Angola (terra natal dos seus pais), Paris (onde viveu durante a adolescência) e o Porto (onde criou raízes e começou a dar os primeiros passos no mundo da música). O gosto pelo estilo urbano, adquirido no tempo em que viveu em França, e a influência de outras vertentes, despertaram a sua apetência para a música. 

Tendo na sua origem e base musical o Hip-Hop, Jimmy P é um artista camaleónico e gosta de abordar a música como um todo. É alguém que olha para a arte de forma abrangente e fomenta a criação de pontes entre os diversos estilos que sempre o rodearam (e rodeiam), bebendo, assim, de várias fontes e sempre atento a todos os estímulos culturais que lhe surgem de forma natural.

Em 2020 celebrou 10 anos de carreira no Coliseu do Porto, tendo sido, este, um marco importante na carreira de Jimmy P e foi também convidado a participar no Festival da Canção, onde foi um dos finalistas e com rasgados elogios da crítica.

“Amar-te e Respeitar-te” é o primeiro projeto pedagógico que abraça, em 2017, motivado pela responsabilidade e intervenção social, que o caraterizam, e pela vontade que sente em se aproximar das vivências e dos problemas que uma parte substancial do seu público, os jovens, experiencia.

Autor do projeto

Jimmy P

Autor do

projeto

Jimmy P

Jimmy P é o alter-ego de Joel Plácido. Nasceu na margem sul de Lisboa (Barreiro), mas a sua vida está associada a várias geografias, nomeadamente Angola (terra natal dos seus pais), Paris (onde viveu durante a adolescência) e o Porto (onde criou raízes e começou a dar os primeiros passos no mundo da música). O gosto pelo estilo urbano, adquirido no tempo em que viveu em França, e a influência de outras vertentes, despertaram a sua apetência para a música. 

Tendo na sua origem e base musical o Hip-Hop, Jimmy P é um artista camaleónico e gosta de abordar a música como um todo. É alguém que olha para a arte de forma abrangente e fomenta a criação de pontes entre os diversos estilos que sempre o rodearam (e rodeiam), bebendo, assim, de várias fontes e sempre atento a todos os estímulos culturais que lhe surgem de forma natural.

Em 2020 celebrou 10 anos de carreira no Coliseu do Porto, tendo sido, este, um marco importante na carreira de Jimmy P e foi também convidado a participar no Festival da Canção, onde foi um dos finalistas e com rasgados elogios da crítica.

“Amar-te e Respeitar-te” é o primeiro projeto pedagógico que abraça, em 2017, motivado pela responsabilidade e intervenção social, que o caraterizam, e pela vontade que sente em se aproximar das vivências e dos problemas que uma parte substancial do seu público, os jovens, experiencia.

Sinopse dos livros

LIVRO 1

Na infância somos bombardeados com histórias de amor que só conhecem finais felizes. Crescemos com essa noção idílica do que é um relacionamento amoroso, mediada, ao longo do nosso crescimento, pelas relações de amor com convivemos diariamente. Para alguns/algumas, são referências saudáveis e positivas, para outros/as, referências doentias e negativas. Paulatina ou abruptamente passamos da história da Cinderela para a vida real e, rapidamente, percebemos que o relacionamento interpessoal é algo bem mais complexo e que mesmo onde há amor pode existir desentendimento. Alguns de nós, todavia, validam como simples desentendimentos atos de uma violência atroz, que não podem ser tolerados. Assim acontece, também, nas relações de namoro de muitos/as jovens. Uma realidade que muito nos preocupa e que nos fez agir, desenvolvendo e editando este livro, que está inserido num projeto pedagógico mais alargado com o mesmo nome.

LIVRO 2

​Já reparaste na diversidade de plataformas de que dispomos para comunicarmos e nos relacionarmos em sociedade? Já refletiste sobre o tempo que dedicas e sobre a plataforma que privilegias para estar com as pessoas de quem gostas? Quantos relacionamentos amorosos conheces que iniciaram no Facebook? À distância de um clique, estamos com quem amamos, mesmo que um fosso geográfico nos separe. No entanto, a rapidez com que tudo isto sucedeu, não nos concedeu espaço e tempo de reflexão sobre os termos que alicerçam estas novas interações não presenciais e a ausência da dimensão física deu espaço a que múltiplas formas de abuso ganhassem força. No teatro online das relações amorosas, estes comportamentos abusivos não aparecem no guião, acontecem, muitas vezes, atrás do pano, nos camarins, num alçapão sem ponto e portam nomes nada familiares para a maior parte de nós: Cyberstalking, Sexting, Sextortion, Grooming, Revenge Porn…entre outros.

Sinopse dos livros

Na infância somos bombardeados com histórias de amor que só conhecem finais felizes. Crescemos com essa noção idílica do que é um relacionamento amoroso, mediada, ao longo do nosso crescimento, pelas relações de amor com convivemos diariamente. Para alguns/algumas, são referências saudáveis e positivas, para outros/as, referências doentias e negativas. Paulatina ou abruptamente passamos da história da Cinderela para a vida real e, rapidamente, percebemos que o relacionamento interpessoal é algo bem mais complexo e que mesmo onde há amor pode existir desentendimento. Alguns de nós, todavia, validam como simples desentendimentos atos de uma violência atroz, que não podem ser tolerados. Assim acontece, também, nas relações de namoro de muitos/as jovens. Uma realidade que muito nos preocupa e que nos fez agir, desenvolvendo e editando este livro, que está inserido num projeto pedagógico mais alargado com o mesmo nome.

Já reparaste na diversidade de plataformas de que dispomos para comunicarmos e nos relacionarmos em sociedade? Já refletiste sobre o tempo que dedicas e sobre a plataforma que privilegias para estar com as pessoas de quem gostas? Quantos relacionamentos amorosos conheces que iniciaram no Facebook? À distância de um clique, estamos com quem amamos, mesmo que um fosso geográfico nos separe. No entanto, a rapidez com que tudo isto sucedeu, não nos concedeu espaço e tempo de reflexão sobre os termos que alicerçam estas novas interações não presenciais e a ausência da dimensão física deu espaço a que múltiplas formas de abuso ganhassem força. No teatro online das relações amorosas, estes comportamentos abusivos não aparecem no guião, acontecem, muitas vezes, atrás do pano, nos camarins, num alçapão sem ponto e portam nomes nada familiares para a maior parte de nós: Cyberstalking, Sexting, Sextortion, Grooming, Revenge Porn…entre outros.

LIVRO 1

LIVRO 2

Sinopse dos livros

LIVRO 1

Na infância somos bombardeados com histórias de amor que só conhecem finais felizes. Crescemos com essa noção idílica do que é um relacionamento amoroso, mediada, ao longo do nosso crescimento, pelas relações de amor com convivemos diariamente. Para alguns/algumas, são referências saudáveis e positivas, para outros/as, referências doentias e negativas. Paulatina ou abruptamente passamos da história da Cinderela para a vida real e, rapidamente, percebemos que o relacionamento interpessoal é algo bem mais complexo e que mesmo onde há amor pode existir desentendimento. Alguns de nós, todavia, validam como simples desentendimentos atos de uma violência atroz, que não podem ser tolerados. Assim acontece, também, nas relações de namoro de muitos/as jovens. Uma realidade que muito nos preocupa e que nos fez agir, desenvolvendo e editando este livro, que está inserido num projeto pedagógico mais alargado com o mesmo nome.

LIVRO 2

Já reparaste na diversidade de plataformas de que dispomos para comunicarmos e nos relacionarmos em sociedade? Já refletiste sobre o tempo que dedicas e sobre a plataforma que privilegias para estar com as pessoas de quem gostas? Quantos relacionamentos amorosos conheces que iniciaram no Facebook? À distância de um clique, estamos com quem amamos, mesmo que um fosso geográfico nos separe. No entanto, a rapidez com que tudo isto sucedeu, não nos concedeu espaço e tempo de reflexão sobre os termos que alicerçam estas novas interações não presenciais e a ausência da dimensão física deu espaço a que múltiplas formas de abuso ganhassem força. No teatro online das relações amorosas, estes comportamentos abusivos não aparecem no guião, acontecem, muitas vezes, atrás do pano, nos camarins, num alçapão sem ponto e portam nomes nada familiares para a maior parte de nós: Cyberstalking, Sexting, Sextortion, Grooming, Revenge Porn…entre outros.

Amar-te e Respeitar-te é um projeto de combate à Violência no Namoro, desenvolvido em coautoria com o músico Jimmy P, que visa capacitar e dotar os/as jovens com ferramentas de diagnóstico e de prevenção de comportamentos agressivos nas relações de namoro, dos próprios e/ou dos seus pares.

O projeto contém dois livros, “Amar-te e Respeitar-te” e “O Digital é Real”, que se focam nos temas da violência do namoro no contexto presencial e digital. Ambos, incluem temas originais, musicados pelo Jimmy P, e uma peça de teatro, que é a adaptação das histórias dos livros ao teatro.

O projeto Amar-te e Respeitar-te está direcionado para os alunos e as alunas do 3.º ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário e pode ser apresentado às mais diversas organizações educativas que trabalhem com este público, em diferentes modelos de apresentação.

Sobre o

projeto

Projeto

Projeto

Betweien Lisboa

Centro de Escritórios Panoramic
Av. do Atlântico, lote 1.19.02 
Escritório 14.13, 1990-019 Lisboa

210 990 675

38°46'26.4"N 9°05'52.9"W

FALE CONNOSCO:

Obrigado(a)!

Betweien Braga

Casa Betweien

R. Maria Amélia Bastos Leite 194,

4705-120 Ferreiros, Braga 

253 727 196

41°31'48.4"N 8°26'31.6"W

Contactos

​© Betweien, Lda., 2022

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • YouTube