• Betweien

Ser mãe de uma criança disléxica - Dislexia Day by Day

Atualizado: Jan 4


Foto do blog Dislexia Day by Day

Sou mãe de uma criança de 9 anos disléxica. Há 2 anos quando me confrontei com a dislexia da Francisca senti-me absolutamente só perante um distúrbio neurológico que não conhecia.


Para mim a dislexia era apenas uma simples troca de letras. Fui descobrindo que afinal é muito mais do que isso. É uma dificuldade na descodificação da leitura e na escrita com grande impacto na memorização.


No dia em que a terapeuta da fala fez o diagnóstico e me disse que tínhamos que trabalhar todos os dias, eu achei que seria impossível. Na verdade, a ideia de conciliar uma vida profissional intensa com a maternidade de 3 crianças e o apoio diário à Francisca, que poderia ser rápido ou demorar duas horas, deixou-me muito ansiosa.


A verdade é que relativizar foi a palavra de ordem, e acabámos por integrar o trabalho diário na nossa rotina sem pensar duas vezes. Não foi um processo fácil nem linear e foi fundamentalmente um processo muito solitário.


De dislexia eu não sabia nada, e o meu único apoio na altura era a terapeuta que me ajudava muitíssimo com o método de trabalho a aplicar e me guiava no trabalho semanal.


Mas faltava-me a experiência de mãe no dia a dia. As dificuldades que se sentem diariamente depois de um dia de trabalho, as irritações, as birras, os medos, o cansaço extremo e as ideias criativas para ensinar de forma mais leve.


E foi por isso que acabámos por criar o blog Dislexia Day by Day onde partilhamos o nosso dia a dia, as nossas estratégias, os nossos dias bons e os menos bons também. Eu digo “nós“ porque o blog é um projeto (pró bono) de família de mãe e filhas para que outros pais não se sintam tão sós.


Ao longo destes anos aprendemos a acolher a dislexia na nossa vida, e o nosso trabalho diário dantes tão penoso agora é um momento normalmente calmo onde a Francisca aprende de forma divertida e criativa. A Francisca tem grandes dificuldades de memorização, por isso a forma de reter a informação é através da experimentação e visualização. Aprendeu os números pares e ímpares a cantar, os ditados com puzzles de palavras, as contas a brincar às professoras, a tabuada a jogar ao balão e usamos 1001 mnemónicas para a gramática e para o Estudo do Meio.


A mensagem que gostaria de deixar a todos os pais é que este é um caminho de muito trabalho, mas a nossa ajuda faz toda a diferença no sucesso destas crianças. A todos os pais que sentem que há algo estranho com a aprendizagem dos vossos filhos, não esperem. Façam o diagnóstico, porque quanto mais cedo descobrimos as estratégias de aprendizagem adequadas para os nossos filhos, maiores serão as probabilidades de sucesso.


Patrícia Teixeira de Abreu

Autora do blog Dislexia Day by Day

Patrícia Teixeira de Abreu é autora do blog Dislexia Day by Day. O blog é um espaço de partilha, de uma mãe que, de repente, foi apanhada de surpresa pela dislexia da sua filha mais nova. A solidão perante uma perturbação neurológica que não conhecia foi determinante para a criação de um blog, onde para além do dia a dia com a Francisca, inclui artigos de especialistas como terapia da fala, coaching e legislação. A ideia surgiu no sentido de ajudar os pais que se confrontam com a dislexia, para que não se sintam sós e para que acreditem que podem tornar a aprendizagem dos seus filhos mais leve e feliz.


Para mais textos sobre o tema da dislexia, visite o blog Dislexia Day by Day.

290 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo